Canil Levemom Bulldog Inglês Canil Levemom Bulldog Inglês
Facebook Instagram Telefone Canil (51) 99501-6414

Especializado nas Raças:

Bulldog Inglês

Chow Chow

 

Como proteger meu Bulldog de pulgas e carrapatos?

Os carrapatos e pulgas são dois problemas mais comuns entre os cães. Eles se reproduzem muito rápido, são difíceis de exterminar do cão e se não descobertas logo no início (quando os animais começam a se coçar bastante), podem tornar ainda mais difícil o tratamento antipulgas.

No corpo dos animais, a infestação não é tão grande, mas as pulgas desovam em ambientes, na casa do animal de estimação e é aí que aumentam as infestações no pet, cujo sangue serve de alimento para a pulga, que coloca os ovos no ambiente onde está. No calor, os ovos viram larvas que se alimentam do pó e detritos. Cerca de 95% das pulgas ficam no ambiente e somente 5% no animal.

O tratamento antipulgas e carrapatecidas  deve ser usado nos animais, mas, além disso, o ambiente deve ser dedetizado e, caso o serviço seja feito por uma empresa, o animal tem que ficar fora de casa por no mínimo 4 semanas.

Existem inumeros tipos de tratamentos tais como:

Pomadas antipulgas: Demoram um pouco a se espalharem pelo corpo do cão,então o efeito desdes remédios pode demorar cerca de um dia para começar a fazer efeito e devem ser aplicadas todo mês.

Spray antipulgas: deve-se pulverizar no sentido contrário ao que os pelos crescem e deve-se molhar o corpo todo com o remédio, alguns tem ação imediata mas outros podem demorar entre quatro horas ou até três dias para acabar com todas pulgas.

Coleiras antipulgas: A vantagem principal é a durabilidade, a reaplicação é feita só depois de alguns meses, são indicadas para animais que vivem em lugares mais abertos e, por causa da grande concentração de remédio em um mesmo local, pode causar irritação na pele, consulte sempre um veterinário para uso em animais já diagnosticados com alergia.

Sabonetes e shampoos: devem ser ensaboados por até dez minutos antes de enxaguados e o efeito é imediato, então é sempre uma das primeiras opções em casos de grandes infestações. Talcos antipulgas também podem ser usados no combate contra as pulgas, polvilhados e esfregados contra a pele com a ajuda de uma escova e deve ser retirado depois de poucas horas, quando o remédio já fez efeito.

Comprimidos: são eliminados algumas horas depois, mas protegem os cães e gatos até três dias depois do uso do remédio e o efeito começa depois de seis horas. Também são mais usados em casos de grandes infestações.

Lembrando que para a raça Bulldog Inglês ,não indicamos tratamentos com shampoos e sabonetes,visto que eles não devem tomar mais que 1 banho por mês no máximo.Então para eles o mais indicado é as ampolas, comprimidos e coleiras.

Como matar as pulgas que se encontram no ambiente?

Alguns antipulgas usados em cães e gatos acabam agindo no ambiente conforme o bichinho de estimação descama, no entanto a atuação nesse caso é pequena. No mercado existem produtos próprios para serem usados no ambiente e que podem ser aplicados pelo próprio dono do pet. Em casos extremos, o ideal é contratar uma empresa de dedetização para acabar com o problema rapidamente.

É importante dar atenção especial a tecidos; se a casa possui carpete, tapetes ou a cama do cão ou do gato é de tecido, as chances de pulgas ficarem ali são maiores, por isso o uso de produtos antipulgas para ambiente nesses locais é bastante indicado. De todo modo, lave com frequência roupas e caminhas e limpe pisos frios utilizando álcool, o que causa a morte de pulgas.

O tratamento do seu pet deve ser prioridade, pois ao eliminar as pulgas adultas que se alimentam nele o número de ovos será menor. Porém nunca adie o tratamento do ambiente afinal esse é maior problema numa grande infestação.

Cuidados no uso de antipulgas

Caso seu pet apresente lesões devido à coceira que sente ou tenha qualquer outro problema aparente de pele, consulte o veterinário antes de aplicar qualquer produto antipulgas no cão ou gato. Além do antipulga o veterinário deve prescrever um vermífugo no caso de infestações, pois a pulga costuma passar ao bichinho de estimação vermes que causam doenças como anemia.

Alguns animais podem apresentar maior tendência a pulgas. No entanto, um bichinho de estimação saudável, com uma boa alimentação, vai apresentar menor tendência ao surgimento de parasitas, pois pulgas e carrapatos costumam atacar cães com problemas de imunidade.

Fonte: Cachorrogato

 

 

 

 

 

 

Galeria de Fotos

Compartilhar
© 2015 Canil Levemom. Todos os direitos reservados.
Siga-nos no Facebook Facebook